Catégories du blog

Top sellers

Pandemia acelera compras online

Pandemia acelera compras online

Em 2020, o número de utilizadores do e-commerce teve o maior aumento em 18 anos, revela o INE. Pandemia fez "acelerar a utilização mais intensiva da internet".

Com o país mergulhado na pandemia, e dadas as restrições de circulação bem como o teletrabalho, a utilização da internet em casa aumentou e, consequentemente, há cada vez mais portugueses a optarem por fazer compras pela internet. Neste contexto, em Portugal aumentou significativamente o número de utilizadores do e-commerce, com o melhor registo em 18 anos, revelam os dados divulgados esta sexta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). Ainda assim, o país está abaixo da média da União Europeia.

A pandemia fez acelerar o e-commerce. “A percentagem de utilizadores de comércio eletrónico registou em 2020 o maior aumento da série iniciada em 2002”, um aumento de sete pontos percentuais face ao ano anterior, assinala o INE. Assim, este ano 44,5% dos inquiridos entre os 16 e os 74 anos garantem ter efetuado encomendas pela internet nos 12 meses anteriores ao inquérito, ao passo que 35,2% nos três meses anteriores.

Assim, segundo o gabinete de estatísticas, a quantidade de encomendas realizadas através do comércio eletrónico “aumentou significativamente”, com o grupo dos utilizadores que fizeram três a cinco encomendas a aumentar quatro pontos percentuais, os que fizeram seis a 10 encomendas aumentou 9,5 pontos percentuais e os que fizeram mais de 10 encomendas aumentou 6,9 pontos percentuais.



Abr 1, 2021